MULHERES QUE SOFREM COM OS SINTOMAS DA TPM, CHEGOU A SOLUÇÃO!

9 Julho 2016
779 Views

A Tensão Pré-Menstrual (TPM) ou Síndrome Pré-Menstrual (SPM) é um conjunto de sintomas que aparecem nos primeiros dias do início do ciclo menstrual (uma a duas semanas antes da menstruação) e desaparecem nos primeiros dias do início do ciclo menstrual (geralmente dois a três dias após o início da

 menstruação).

 Alterações do humor, compulsão alimentar (principalmente doces e gorduras), fadiga, irritabilidade e depressão, estão entre os sintomas mais comuns da TPM.

A causa desta síndrome ainda não é bem conhecida, mas muitos fatores podem contribuir paraesta condição. Mudanças químicas no cérebro também podem estar envolvidas. Alterações nos níveis de serotonina podem desencadear alguns sintomas. Quantidade insuficiente de serotonina pode contribuir para a redução do prazer e bem-estar, depressão pré-menstrual, sensação de fadiga, compulsão alimentar a alterações no sono.

Normalmente, a emoção rege o ato de compulsão, ou seja, quando pressionado, deprimido, triste ou alegre, o compulsivo come e posteriormente ele sente uma enorme culpa por ter comido, o que aumenta ainda mais o sentimentos de estresse, depressão e ansiedade. O estresse é um aglomerado de reações fisiológicas, que em excesso leva a um desequilíbrio e efeitos deletérios no organismo.

Neste contexto, o uso de ingredientes naturais pode contribuir para uma melhora significativa do bem-estar físico e mental e prevenir os efeitos deletérios que este distúrbio químico pode ocasionar.

Um novo ativo padronizado lançado sobre patente da Iberoquimica, Distribuidora e importadora de ativos magistrais, tem mostrado ser muito eficaz para mulheres que sofrem dos sintomas da TPM. Zembrin® é um ingrediente botânico inovador e clinicamente comprovado para melhorar o humor, a função cognitiva e diminuir a ansiedade e a tensão porque age diretamente no Sistema Nervoso Central (SNC).

Zembrin® melhora os sintomas do estresse e ansiedade, fazendo com que a pessoa consiga relaxar e atingir um sono reparador.

PESSOAS QUE QUEREM MELHORAR A QUALIDADE DO SONO

Zembrin® é composto pelo extrato padronizado de Sceletium tortuosum, uma planta de origem Sul-Africana, que vem sendo utilizado a mais de 300 anos por povos indígenas, para alivio da fome, fadiga e melhora do humor, e pelos os seus efeitos sedativos, incluindo o seu uso terapêutico na diminuição da ansiedade e sintomas de depressão (KOLBEN, 1738; GERICKE, 2008).

PESSOAS QUE ESTÃO COM TENSÃO PRÉ-VESTIBULAR OU CONCURSO PÚBLICO

Zembrin® diminui o estresse e ansiedade, melhora a atenção e o raciocínio, fazendo com que o paciente se sinta preparado para os testes.

Agora tem algo para estar atento, Zembrin® é único. veja suas propriedades:

  • é um extrato botânico padronizado, desenvolvido por médicos e neurocientistas;
  • diminui os sintomas deletérios relacionados ao estresse e ansiedade que levam a compulsão alimentar e pioram os sintomas da TPM;
  • é clinicamente comprovado na diminuição da ansiedade e tensão.
  • Possui estudos de eficácia e segurança em humanos;
  • Gera efeito no SNC similar aos medicamentos da classe dos Inibidores Seletivos da Recaptação da Serotonina (ISRS), mas de forma natural e sem os efeitos deletérios que estes medicamentos ocasionam;
  • Possui certificado GRAS (Generally Recognized as Safe – Geralmene reconhecido como Seguro);
  • é clinicamente comprovado na melhora do humor e função cognitiva, e diminuir o déficit de atenção causado pela ansiedade, depressão e estresse;

PESSOAS QUE SE SENTEM TRISTES E DEPRIMIDAS

Estudos mostram que Zembrin® melhora a qualidade de vida de pessoas clinicamente ansiosas e deprimidas, fazendo com que elas se sintam melhores e mais animadas para desempenhar as suas funções diárias.

zembrin

Se interessou, procure seu Médico, Nutricionista ou Farmacêutico e pergunte mais sobre esse ativo.

A Farmácia Saúde sempre trabalha com os melhores ativos para suas sugestões de fórmulas. Esse ativo pode ser prescrito em diversas formas farmacêuticas, inclusive em Iogurte instantâneo, Goma, Shake e cápsulas.

Nos envie uma mensagem pelo Aplicativo Whatsapp® e nos respondemos suas duvidas: (21) 98849-2080.

Referências bibliográficas:

  1. Dossiê Técnico Zembrin® para o mercado magistral.
  2. http://www.meupratosaudavel.com.br/oalimentacao_detalhes.asp?id=41219100043K97H9PY – último acesso: 11.04.2014.
  3. http://www.site.med.br/fmfiles/index.asp/::XPRM::/news/tpm_apoio_aos_pacientes_news_med_br.pdf – último acesso: 11.04.2014
  4. Cashman JR, Voelker T, Johnson R, Janowsky A. Stereoselective inhibition of serotonin re-uptake and phosphodiesterase by dual inhibitors as potencial agents for depression. Bioorg Med Chem, 2009; 17:337-343.
  5. Chiu S., et al. Randomized controlled study of Sceletium tortuosum (Zembrin®), prototypal Phosphodiesterase subtype-4 (PDE-4) modulator on cognition in healthy adults: implications for targeting PDE-4 in Alzheimer´sDementia. Status: Paper submitted for peer review. 2013 – abstract: http://www.psychiatry.meduwo.ca/dir/linkdocs/Oral%20Presentations_Research%20Day_June%202013.pdf
  1. Fujita M, Hines CS, Zoghbi SS, Mallinger AG, Dickstein LP, Liow JS et al. Downregulation of brain phosphodiesterase type IV measured with 11C(R)-rolipram positron emission tomography in major depressive disorder. Biol Psychiatry, 2012; 72:548-554.
  2. Gericke N, Viljoen AM. Sceletium – a review update. J Ethnopharmacol. 2008; 119(3):653-663. Halene TB, Siegel SJ. PDE inhibitors in psychiatry – future options for dementia, depression and schizophrenia? Drug Discov Today, 2007; 12:870-878.
  3. Harvey AL, Young LC, Viljoen AM, Gericke NP. Pharmacological actions of the South African medicinal and functional food plant Sceletium tortuosun and its principal alkaloids. J Ethnopharmacol, 2011; 137:1124-1129.
  4. Jeffs PW, Allmann G, Campbell HF, Farrier DS, Ganguli G, Hawks RL. Alkaloids of Sceletium species. III. The structures of four new alkaloids from Sceletium strictum. Journal of Organic Chemistry, 1970; 35:3512-3518.
  5. Kim MJ, Loucks RA, Palmer AL, Brown AC, Solomon KM, Marchante AN et al. The structural and functional connectivity of the amygdala: from normal emotion to pathological anxiety. Behav Brain Res. 2011; 223:403- 410.
  6. Kolben P, Medley G. The present state of the cape of good-hope. London, UK: Printed for W. Innys and R. 1738, Vol.1, 2nd ed.
  7. Nabi H, Kivimaki M, Batty GD, Shipley MJ, Britton A, Brunner EJ, Vahtera J, Lemogne C, Elbaz A, Singh-Manoux A. Increased risk of coronary heart disease among individuals reporting adverse impact of stress on their health: the Whitehall II prospective cohort study. European Hearth Journal, 2013, doi:10.1093/eurheartj/eht216. Nell H.
  8. Hons M, Siebert M, Chellan P, Gericke N. A randomized, double-blind, parallel-group, placebo-controlled trial of Extract Sceletium tortuosum (Zembrin) in healthy adults. J Altern Complement Med. 2013; 19(11):898- 904.
  9. Pappe L. Florae Capensis Medicae Prodomus. An enumeration of South African Indigenous plants used as remedies by the colonists ofo the cape of good hope. 1868, 3rd edn. W Brittain: Cape Town, South Africa.
  10. Perez-Torres S, Miro X, Palacios JM, Cortes R, Puigdomenech P, Mengod G. Phosphodiesterase type 4 isozymes expression in human brain examined by in situ hybridization histochemistry and[3H]rolipran binding autoradiography. Comparison with monkey and rat brain. J Chem Neuroanat, 2000; 20:349-374.
  11. Pingle A, Browning M, Cowen PJ, Harmer CJ. A cognitive neurophychological model of antidepressant drug action. Prog Neurophychopharmacol Bol Psychiatry, 2011; 35:1586-1592.
  12. Sergerie K, Chochol C, Armony JL. The role of the amygdala in emotional processing: a quantitative metaanalysis of functional neuroimaging studies. Neurosci biobehav Rev. 2008; 32:811-830.
  13. Smith C. The effects of Sceletium tortuosum in an in vivo model of psychological stress. J Ethnopharmacol, 2011; 133:31-36.
  14. Smith MT, Crouch NR, Gerick N, Hirst M. Psychoactive contituents of the genus Sceletium N.E.Br. and other Mesembryanthemaceae: a review. J Ethnopharmacol, 1996, 50:119-130. Terburg D, Morgan BE, Montoya ER, Hooge IT, Thornton HB, Hariri AR et al.
  15. Hyper-vigilance for fear after basolateral amygdala damage in humans. Translational Psychiatry. 2012; 12:e115. Terburg D, Syal S, Rosenberger LA, Heany S, Phillips N, Gericke N, Stein DJ, van Honk J. Acute Effects os Sceletium tortuosum (Zembrin), a Dual 5-HT Reuptake and PDE4 Inhibitor, in the Human Amygdala and its Connection to the Hypothalamus. Am Col Neuropsychopharmacology, Aug. 2013, 38: 2708-2716- doi:10.1038/npp.2013.183.
  16. Walker DL, Toufexis DJ, Davis M. Role of the bed nucleus of the stria terminalis versus the amygdala in fear, stress, and anxiety. Eur J Pharmacol, 2003; 463:199-216. Ye Y, Jackson K, O´Donnell JM. Effects of repeated antidepressant treatment of type 4A phosphodiesterase (PDE4A) in rat brain. J Neurochem, 2000; 74:1257-1262.

MULHERES QUE SOFREM COM OS SINTOMAS DA TPM

Zembrin® tem mostrado ser muito eficaz para mulheres que sofrem dos sintomas da TPM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *